Desenho | A Cidade Fantasma em Clima de Carnaval
Postado por : Rafaella R. Liasch segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Drawing a Draw
      Sabe quando o desenho não sai daquele jeito que você imaginou? Pois é...
     Yoo!! Tudo bem com vocês? Espero que sim.
     Hoje eu vim com um desenho, que na verdade eu só estou postando porque foi engraçado no dia que aconteceu. Bom, eu já terminei a escola (amém!), mas no ano passado, meu ultimo ano de ensino médio, eu tive um dos melhores professores de arte, sabe por que?
     Porque ele passava DESENHO. Todos os outros professores dos anos anteriores passavam teatro, texto, desenhos chatos, releitura de obra e eu particularmente odiava isso, principalmente quando era colagem (ahh colagem, como odeio colagem). Pois é, aula de artes não era uma das minhas preferidas, por incrível que pareça. Maaas ai o universo decidiu me dar uma felicidade no meu ultimo ano de escola e mandou um professor que ensinava a desenhar.
     Então ao longo do ano fomos fazendo vário desenho. Objetos, perspectiva, observação, paisagem e até mesmo mangá *---* Acho que eu era a unica pessoa da sala que realmente gostava das aulas de artes, o resto do pessoal reclamava dos desenhos que ele passava, mas eu estava feliz, bem feliz na verdade.
     Então um dia ele deu para todos uma planilha com um desenho de uma paisagem que era essa
 aqui:
Drawing a Draw
     Tinha só o contorno, sem sombras como está nessa imagem, mas era essa a paisagem.
     Pois bem, eu e minhas colegas ficamos olhando para isso e todas chegaram numa conclusão bem óbvia. isso parece um lugar abandonado e assombrado. realmente parecia uma cidade fantasma ou algo do tipo e foi a partir dai que eu decidi o que ia fazer: um desenho depressivo.
     Eu imaginava essa lugar escuro, sem cores vibrantes e vivas e então eu comecei a desenhar. Na hora de colorir eu já sabia exatamente que cores eu usaria. Eu já tinha tudo na minha mente.
     Então tocou o sinal pro intervalo e eu apenas tinha colorido as casas, a grama e começado o céu onde eu pretendia fazer um por do sol. Eu teria que terminar o desenho na próxima aula dele, que no caso era a última aula do dia.
     Então, depois de ter comido e enfrentado duas longas aulas de língua portuguesa, eu voltei pro meu depressivo desenho. Minhas colegas, apesar de terem tido a mesma sensação que eu, acabaram deixando o desenho um carnaval, casas roxas, rosas, e toda cor vibrante que vocês pensarem, mas eu continuava com depressão na cabeça. 


     Alguns minutos depois e o desenho fica assim:
Drawing a Draw
     .
     .
     .
     Cadê a depressão Rafaella?!!
     Ficou colorido, o céu arco-iris quebrou toda a depressão que eu queria fazer. Mas foi sem querer, minha mania de misturar cores acabou dando nisso e eu não sabia que ficava feliz pelo céu maravilhoso que tinha feito ou brava pelo fato de não estar depressivo.
     Ps.: Eu não caprichava muito na pintura dos trabalho de escola, até porque não tinha muito tempo.
     Então lá vai eu entregar pro professor que sabia da minha intenção, tanto que eu ainda falei que só faltava um padre com uma cruz na frente da igreja pra fica parecendo "do demo". Fala sério Ficaria assustador isso.
     Ai o professor virou e falou pra mim "É que você comeu né? A comida te deixou feliz" zuando com a minha cara, mas acho que esse foi mesmo o motivo, não tinha outra explicação. Quem não fica feliz com comida? Tive que me conformar com o meu desenho não depressivo. Mas pelo menos eu aprendi uma coisa, quando você quiser fazer algo depressivo, não coma, ou seu desenho vai acabar ficando igual esse.

     Agora pode não ter tanta graça, mas na hora eu realmente ri muito. O que a comida não faz com a gente não é?
     Espero que tenham gostado e fiquem com essa dica rsrs'. Bjs ●з● ♡

Deixe seu comentário

- Copyright © - Drawing a Draw - Powered by Blogger - Designed by Rafaella Ruy Liasch -